MEDITAR FAZ BEM

Como precisamos da cura

March 17, 2020 Carlos Elias
MEDITAR FAZ BEM
Como precisamos da cura
Chapters
MEDITAR FAZ BEM
Como precisamos da cura
Mar 17, 2020
Carlos Elias

COMO PRECISAMOS DA CURA.

“Um leproso, aproximando-se, adorou-o de joelhos e disse: "Senhor, se quiseres, podes purificar-me! ". Jesus estendeu a mão, tocou nele e disse: "Quero. Seja purificado! " Imediatamente ele foi purificado da lepra” (Mateus 8.2,3).

Um fato comum em qualquer tipo de enfermidade, é que ela tem um papel limitador no estado de saúde física; e um papel muitas vezes de isolamento social do enfermo. Em resumo, muitas vezes a enfermidade afasta as pessoas, umas das outras, e afeta os níveis de convivência.

No texto em questão, essa doença identificada como lepra, tornava seu portador um “impuro”,  e em consequência disso, essa pessoa era afastada do templo, onde costumava buscar a presença de Deus, e se via obrigada a viver longe das outras pessoas (Lv. 13.45-46). Ninguém gosta de ser afastado de sua rotina religiosa e do convívio das pessoas.

A impureza em si mesma, não era considerada um pecado, mas todos a percebiam como um “símbolo” do pecado. É por isso que limitavam o acesso da pessoa ao templo. Todos sabiam dos riscos e do perigo de contato físico e pessoal.

Quando esse leproso foi curado, sua cura envolveu muitas coisas. Jesus resolveu o problema do isolamento social (Lv. 5.3), pois, Ele mesmo tocou o leproso, e após curá-lo, ele o liberou para que pudesse tocar e ser tocado pelas pessoas. Que cura magnífica! Que milagre!

O medo das pessoas de tocar no enfermo e adoecer era real. Jesus ao tocar o enfermo, não recebeu sua enfermidade, ao contrário disso, Ele lhe transferiu a sua pureza.

Podemos contribuir com a cura das pessoas enfermas, através de nossa compaixão e misericórdia. A doença que somente nos afasta (isolamento), só faz aumentar a enfermidade entre as pessoas. Toda enfermidade precisa ser enfrentada com a presença de Jesus e com confiança no seu poder de curar. Com solidariedade, compaixão e misericórdia. Nessas manifestações estão o prenúncio de uma grande cura e o primeiro passo para o grande milagre.

Minha conclusão devocional de hoje é bem simples: Todos estão expostos a enfermidades e doenças. Literalmente todos. Alguns serão infectados/afetados por essas doenças e enfermidades. As enfermidades trarão consigo limitações físicas e de mobilidade social. Todos são importantes no enfretamento dessas enfermidades.

Se a enfermidade chegar, você exercitará a sua fé? "Senhor, se quiseres, podes purificar-me!”. Você tem fé no poder de Jesus para curar? Aquele que teve fé, imediatamente foi purificado.

Diante das enfermidades o que precisamos é depositar nossa fé Jesus e reconhecer que Ele tem o poder de curar todas as enfermidades.

Como precisamos dessa cura.

Carlos E S Santos.

Show Notes

COMO PRECISAMOS DA CURA.

“Um leproso, aproximando-se, adorou-o de joelhos e disse: "Senhor, se quiseres, podes purificar-me! ". Jesus estendeu a mão, tocou nele e disse: "Quero. Seja purificado! " Imediatamente ele foi purificado da lepra” (Mateus 8.2,3).

Um fato comum em qualquer tipo de enfermidade, é que ela tem um papel limitador no estado de saúde física; e um papel muitas vezes de isolamento social do enfermo. Em resumo, muitas vezes a enfermidade afasta as pessoas, umas das outras, e afeta os níveis de convivência.

No texto em questão, essa doença identificada como lepra, tornava seu portador um “impuro”,  e em consequência disso, essa pessoa era afastada do templo, onde costumava buscar a presença de Deus, e se via obrigada a viver longe das outras pessoas (Lv. 13.45-46). Ninguém gosta de ser afastado de sua rotina religiosa e do convívio das pessoas.

A impureza em si mesma, não era considerada um pecado, mas todos a percebiam como um “símbolo” do pecado. É por isso que limitavam o acesso da pessoa ao templo. Todos sabiam dos riscos e do perigo de contato físico e pessoal.

Quando esse leproso foi curado, sua cura envolveu muitas coisas. Jesus resolveu o problema do isolamento social (Lv. 5.3), pois, Ele mesmo tocou o leproso, e após curá-lo, ele o liberou para que pudesse tocar e ser tocado pelas pessoas. Que cura magnífica! Que milagre!

O medo das pessoas de tocar no enfermo e adoecer era real. Jesus ao tocar o enfermo, não recebeu sua enfermidade, ao contrário disso, Ele lhe transferiu a sua pureza.

Podemos contribuir com a cura das pessoas enfermas, através de nossa compaixão e misericórdia. A doença que somente nos afasta (isolamento), só faz aumentar a enfermidade entre as pessoas. Toda enfermidade precisa ser enfrentada com a presença de Jesus e com confiança no seu poder de curar. Com solidariedade, compaixão e misericórdia. Nessas manifestações estão o prenúncio de uma grande cura e o primeiro passo para o grande milagre.

Minha conclusão devocional de hoje é bem simples: Todos estão expostos a enfermidades e doenças. Literalmente todos. Alguns serão infectados/afetados por essas doenças e enfermidades. As enfermidades trarão consigo limitações físicas e de mobilidade social. Todos são importantes no enfretamento dessas enfermidades.

Se a enfermidade chegar, você exercitará a sua fé? "Senhor, se quiseres, podes purificar-me!”. Você tem fé no poder de Jesus para curar? Aquele que teve fé, imediatamente foi purificado.

Diante das enfermidades o que precisamos é depositar nossa fé Jesus e reconhecer que Ele tem o poder de curar todas as enfermidades.

Como precisamos dessa cura.

Carlos E S Santos.