MEDITAR FAZ BEM

Risco de Contaminação

March 23, 2020 Carlos Elias
MEDITAR FAZ BEM
Risco de Contaminação
Chapters
MEDITAR FAZ BEM
Risco de Contaminação
Mar 23, 2020
Carlos Elias

RISCO DE CONTAMINAÇÃO

“O que contamina o homem não é o que entra na boca, mas o que sai da boca, isso é o que contamina o homem”. (Mateus 15.11).

Lavar a mãos e a contaminação foi um assunto presente na pauta de Jesus e dos seus discípulos (Mt. 15.20). Lavar as mãos antes de comer, não era apenas uma questão de higiene, mas um dever religioso na religião dos fariseus. No Antigo Testamento, na religião dos Judeus, isso era requerido apenas para os sacerdotes (Ex. 30. 17-21).

Os fariseus queriam empurrar um princípio de sua religiosidade à vida diária de todos. Eles defendiam uma religião com forte ênfase no exterior, mas que ignorava o que a pessoa realmente é interiormente. É assim que se prolifera, (tal qual vírus), a religião de todo hipócrita.

Jesus forçou ainda mais a questão: “Não é o que vocês comem que contamina vocês, mas o que sai de vocês”. O recado é direto: se a pureza exterior importa, quanto mais importância deve ter a pureza interior.

É do coração de vocês que saem maus pensamentos (Mt. 15.19): Assassinato (Não matarás. Êx. 20.13); adultério (Não adulterarás. Êx. 20.14); imoralidade (“...aos que se dão à prostituição...Deus os julgará. Hb. 13.4); furto (Não furtarás. Êx. 20.15); mentira e calúnia (Não dirás falso testemunho. Êx. 20.16). Jesus disse que é isso que contamina o homem.

Se você prestou atenção na resposta de Jesus sobre contaminação, Ele fez uma direta observação sobre a quebra dos referidos mandamentos, como sendo uma fonte interna de contaminação. Esse é de fato o grave problema em grau de importância, considerado por Jesus.

 Que falta faz na sociedade, uma única pessoa que decida observar e pautar sua vida pelos mandamentos de Deus: “...Quando se vêem na terra as tuas ordenanças, os habitantes do mundo aprendem justiça” (Isaías 26.9).

Uma contaminação, quase sempre será precedida de um ato de desobediência. Comer o que não se deveria comer. Beber ou ingerir o que não deveria beber. Não observar os bons hábitos de higiene. A contaminação espiritual segue o mesmo princípio. Bastará decidir pela desobediência aos mandamentos de Deus, que toda a sua vida será exposta a contaminação. E com a contaminação as consequências.

Não se contamine! Guarde os mandamentos no seu coração. Quando a obediência é observada, significa que você crê na eficácia da ordem.

Quando você faz o que lhe foi ordenado, significa que você acredita na ordem que foi dada. Agindo assim, com certeza você poderá evitar abrir a sua vida para tudo aquilo que contamina o homem.

Que o Senhor te proteja.

Carlos E S Santos.

Show Notes

RISCO DE CONTAMINAÇÃO

“O que contamina o homem não é o que entra na boca, mas o que sai da boca, isso é o que contamina o homem”. (Mateus 15.11).

Lavar a mãos e a contaminação foi um assunto presente na pauta de Jesus e dos seus discípulos (Mt. 15.20). Lavar as mãos antes de comer, não era apenas uma questão de higiene, mas um dever religioso na religião dos fariseus. No Antigo Testamento, na religião dos Judeus, isso era requerido apenas para os sacerdotes (Ex. 30. 17-21).

Os fariseus queriam empurrar um princípio de sua religiosidade à vida diária de todos. Eles defendiam uma religião com forte ênfase no exterior, mas que ignorava o que a pessoa realmente é interiormente. É assim que se prolifera, (tal qual vírus), a religião de todo hipócrita.

Jesus forçou ainda mais a questão: “Não é o que vocês comem que contamina vocês, mas o que sai de vocês”. O recado é direto: se a pureza exterior importa, quanto mais importância deve ter a pureza interior.

É do coração de vocês que saem maus pensamentos (Mt. 15.19): Assassinato (Não matarás. Êx. 20.13); adultério (Não adulterarás. Êx. 20.14); imoralidade (“...aos que se dão à prostituição...Deus os julgará. Hb. 13.4); furto (Não furtarás. Êx. 20.15); mentira e calúnia (Não dirás falso testemunho. Êx. 20.16). Jesus disse que é isso que contamina o homem.

Se você prestou atenção na resposta de Jesus sobre contaminação, Ele fez uma direta observação sobre a quebra dos referidos mandamentos, como sendo uma fonte interna de contaminação. Esse é de fato o grave problema em grau de importância, considerado por Jesus.

 Que falta faz na sociedade, uma única pessoa que decida observar e pautar sua vida pelos mandamentos de Deus: “...Quando se vêem na terra as tuas ordenanças, os habitantes do mundo aprendem justiça” (Isaías 26.9).

Uma contaminação, quase sempre será precedida de um ato de desobediência. Comer o que não se deveria comer. Beber ou ingerir o que não deveria beber. Não observar os bons hábitos de higiene. A contaminação espiritual segue o mesmo princípio. Bastará decidir pela desobediência aos mandamentos de Deus, que toda a sua vida será exposta a contaminação. E com a contaminação as consequências.

Não se contamine! Guarde os mandamentos no seu coração. Quando a obediência é observada, significa que você crê na eficácia da ordem.

Quando você faz o que lhe foi ordenado, significa que você acredita na ordem que foi dada. Agindo assim, com certeza você poderá evitar abrir a sua vida para tudo aquilo que contamina o homem.

Que o Senhor te proteja.

Carlos E S Santos.